Como gero relatório no SAJ SG Tribunais?

Cliente: TJAC | TJAL | TJAM | TJCE | TJMS | TJSC | TJSP 
Versão: 1.8.34-X | Publicação: 19/09/2019

No SAJ SG é possível gerar relatórios de diversas maneiras, como por exemplo:

  • Pelo menu Consulta 
  • Pelo Fluxo de Trabalho

Acompanhe nesse artigo como extrair relatórios por esses meios.

1. Pelo menu Consulta:

1.1 No SAJ SG, acesse o menu Consulta e clique no submenu Processos Avançada.

imagem1_destaque.png

1.2 Na tela Consulta Avançada de Processos utilize os seguintes filtros:

  • No campo Relator (item 1 da figura): realize a busca pelo código de “Agente” do Magistrado, caso o mesmo possua dois agentes, sendo eles, um como Desembargador e outro como Juiz substituto em 2º grau, por exemplo, selecione os dois códigos.
  • No campo de Situação do processo (item 2 da figura): indique como “Pendente de Julgamento”.
  • Na aba Distribuição (item 3 da figura): selecione o período desejado para realização da busca, devendo ser informado a data inicial e final, lembrando que o limite máximo de busca que o sistema realiza é de 3.650 dias (o que equivale a 10 anos), observamos que quanto maior o intervalo solicitado maior será o tempo de retorno da consulta. Clicar no botão “Consultar” (item 4 da figura).

imagem2_destaque.png

1.3 Com o resultado, segue um exemplo do relatório extraído:

imagem3_destaque.png

 

2. Pelo Fluxo de Trabalho:

2.1 No SAJ SG, acesse o Fluxo de Trabalho clicando no ícone mceclip0.png localizado na barra superior. Outra maneira de acessar é pelo menu Andamento e clique no submenu Fluxo de Trabalho.

2.2 Como regra, o sistema carrega inicialmente os 300 primeiros processos da fila e, caso existam mais de 300 processos, é necessário pressionar a tecla “Page Down” do seu teclado, para que os processos sejam carregados em sua totalidade.

2.3 Antes de gerar o relatório, você pode excluir ou inserir colunas para uma melhor visualização e exposição de informações dos processos. Para isso, selecione a fila que deseja gerar o relatório (item 1 da figura), clique com o botão direito do mouse em cima de uma das colunas e, em seguida, clique em Configurar colunas (item 2 da figura). Na tela Configurar colunas escolha o que deseja inserir no relatório (no exemplo, utilizamos a opção "Comarca" (item 3 da figura)). Com o mouse clicado sobre a opção desejada, arraste até as demais colunas já existentes no fluxo, soltando-a na posição desejada.

imagem_destaque.png

2.4 Assim que carregar todos os processos da fila e configurar as colunas desejadas é possível “Exportar para Microsoft Excel”. Para isso, clique no ícone mceclip1.png (item 1 da figura):

imagem4_destaque.png

2.5 Será aberto a caixa “Salvar Como” onde deverá ser indicado o local que ficará salvo (na máquina) e o nome dado ao relatório que será exportado e “Salvar”. O sistema irá exibir a mensagem de confirmação: “Foram adicionadas colunas que necessitam de atualização da tela para que seus dados sejam exibidos. Deseja atualizar agora? ” Selecione a opção “Sim” que a fila será atualizada e o arquivo salvo no local que você indicou.

imagem5-1.png

 

 

Ainda para melhor visualização, tanto no Fluxo de Trabalho quanto na Consulta de Processos, é possível agrupar por colunas. Para isso, clique na coluna desejada, segure e arraste até a parte cinza mais escura, como exemplo arrastamos a coluna "Entrada" (item 1 da figura). 

A opção de agrupamento das colunas pode ser um facilitador para dar ênfase em uma ou mais colunas como por exemplo classe e entrada e no canto superior terá a opção de expandir ou encolher (item 2 da figura).

imagem6-1.png

Créditos - Equipe SAJ Tribunais 
Autoria: Jean Carlos da Silva
Adequação e Revisão: Mônica Guarezi Rodrigues

Esse artigo foi útil?