Como o sistema identifica os procuradores que participarão da distribuição automática no SAJ Procuradorias?

Artigo elaborado com base na versão 5.2.0-41 

Na entrada de um processo, o Procurador-chefe pode escolher entre distribui-lo de forma direcionada ou de forma automática. Escolhendo a forma automática, o sistema verifica os procuradores que podem participar da distribuição automática através de três procedimentos:

1º: o sistema verifica qual dos procuradores que participam da distribuição automática possui o menor peso e que não possui nenhum ajuste. O valor deste menor peso servirá de base para o próximo passo.

2º: o sistema identifica qual o valor máximo de diferença de pesos entre procuradores, ou seja, qual o limite máximo da diferença da carga de pesos entre os procuradores.

Esta informação está disponível e pode ser alterada no SAJ Procuradorias através do menu Configurações, na opção Configurações para distribuição automática.

identifiar_distribuicao_automatica_01.png

Na janela Configurações para Distribuição, informe a Chefia(1) e clique na aba Pesos(2). Na parte inferior da tela, o sistema apresenta o campo Máx. Dif(3).

identifiar_distribuicao_automatica_02.png

Estas duas informações (menor peso e máxima diferença de peso) são importantes para eliminar do sorteio os procuradores cujos pesos forem maior que esta diferença. Observe o exemplo abaixo:

Procuradores sem ajuste:

identifiar_distribuicao_automatica_03.png

Primeiro, o sistema identifica que o menor peso entre os procuradores é 8 e que está configurado para que, entre eles, a diferença de pesos não seja maior do que 1 (Máx. Diferença = 1). Dessa forma, o procurador Antônio, que tem 10 de peso, é eliminado do sorteio.

3º: o próximo passo é calcular a probabilidade de cada procurador participante do sorteio em receber o processo. Este procedimento é dividido em 3 etapas:

1. Cálculo da Probabilidade Geral;
2. Cálculo da Probabilidade dos Procuradores que possuem ajuste;
3. Cálculo da Probabilidade dos Procuradores que não possuem ajuste.

1. Probabilidade Geral: 100/TP
• 100 corresponde ao percentual total (100%)
• TP é o total de procuradores que participam do sorteio.

Exemplo: se há cinco procuradores participando, a probabilidade geral será 20% para cada, ou seja, 100/5.

2. Probabilidade de procurador com ajuste
AJUSTE POSITIVO:
o sistema levará em consideração a probabilidade do procurador para ser contemplado no sorteio, ou seja, a faixa de sorteio do procurador com ajuste será maior que os demais.

(1 + (VA/100)) x PG
• VA é o valor do ajuste configurado para o procurador
• PG é a probabilidade geral.

Exemplo: dos cinco procuradores participantes do sorteio, um deles possui ajuste de 20%. Sendo assim, a sua probabilidade será 24%, ou seja, (1+(20/100)) x 20 = 24.


AJUSTE NEGATIVO COM PROBABILIDADE: o sistema levará em consideração a probabilidade do procurador para ser contemplado no sorteio, ou seja, a faixa de sorteio do procurador com ajuste será menor que os demais.

(1 + (VA/100)) x PG
• VA é o valor do ajuste configurado para o procurador
• PG é a probabilidade geral

Exemplo: dos cinco procuradores participantes do sorteio, um deles possui ajuste de -20%. Nestas condições a sua probabilidade será 16%, ou seja, (1+(-20/100)) x 20 = 16.


AJUSTE NEGATIVO POR QUANTIDADE DE PESO: o ajuste passa a ser aplicado sobre a quantidade de pesos, em vez de reduzir a probabilidade do sorteio para distribuição. Essa funcionalidade é habilitada através de parâmetro no SAJ/ADM.

PI = MPSA – VA%
• PI = Peso Ideal
• MPSA = Menor peso dentro os procuradores sem ajuste
• VA = Valor do Ajuste

Exemplo: supondo que o menor peso dentre os procuradores de uma chefia, aptos a participar de uma distribuição automática, seja 10. Nessa mesma chefia existe um procurador que possui ajuste de -30% e está atualmente com 8 pesos. Dessa forma, esse procurador não fará parte da distribuição automática, pois está acima do peso ideal de processos, que seria 7 (8 – 30%).

3. Probabilidade dos Procuradores sem Ajuste
(100 - TPA) / TPSA
• TPA é a soma da probabilidade dos procuradores com ajustes
• TPSA é a quantidade dos procuradores sem ajuste.

Exemplo: considerando o exemplo anterior do Ajuste Positivo, sabemos que, dos cinco procuradores, apenas um possuía ajuste, e sua probabilidade ficou em 24%, restando os outros quatro procuradores para cálculo de probabilidade. Nestas condições, estes quatro procuradores restantes ficaram com 19% de probabilidade cada, ou seja, (100-24) / 4 = 19.

Esse conjunto de ações do sistema, juntamente com os ajustes, para mais ou para menos, possibilita que a distribuição automática de processos entre os procuradores se dê de forma equilibrada.

 

Ficou interessado em conhecer mais sobre o ajustes positivos e negativos dos pesos de um processo? Leia nossos materiais:

 

Créditos - Equipe SAJ Procuradorias
Autoria: Denise Santin Ebone
Adequação e revisão: Josiele Rozales Ramis

Esse artigo foi útil?