Como funciona o critério de distribuição por pesos no sistema SAJ Procuradorias?

Para a realizar a distribuição automática de processos, o sistema adota o critério de pesos. O peso é um indicador que tem por objetivo equilibrar quantitativa e qualitativamente o volume de demandas distribuídas entre os procuradores, sejam elas pendências ou processos.

Vejamos como funciona a distribuição por meio deste critério.

Cada processo possui um peso, chamado de Peso do Processo (PP), que representa o seu nível de complexidade em uma escala de 1 a 5. Caso a complexidade do processo seja alterada, consequentemente o peso do processo também será alterado.

A cada novo processo distribuído a um procurador em uma chefia/procuradoria/área, o respectivo PP será somado ao peso do procurador no Grupo de Distribuição a que pertence o processo.

No momento de uma distribuição automática, o sistema leva em conta quanto peso tem cada procurador, e aquele que tiver menos peso associado terá mais chances de receber um novo processo.

Observação: alguns clientes possuem pesos unificados, ou seja, processos e pendências são contabilizados juntos. Para isso, cada categoria de peça judicial cadastrada no sistema terá um peso, chamado de Peso da Manifestação (PM), que representará o grau de esforço exigido do procurador para produzi-la. A cada peça judicial finalizada pelo procurador, o respectivo PM associado será multiplicado pelo PP e somado ao peso do procurador, relativo ao grupo de distribuição a que pertence o processo.

A fórmula a seguir representa essa operação:

Peso = Peso do Procurador + (PP * PM).

O critério de distribuição por peso é considerado o mais eficiente para equilibrar a carga de trabalho de um procurador dentro do sistema e pode ser utilizado em todos os módulos processuais do SAJ Procuradorias – Contencioso, Execução Fiscal e Consultivo.


Créditos - Equipe SAJ Procuradorias

Autoria: Denise Santin Ebone
Adequação e revisão: Camila Letícia Inocente

Esse artigo foi útil?